PT indica Humberto Costa no Recife e rompe com PSB

Direção nacional do partido decidiu contra o recurso; João da Costa ainda pode recorrer na Justiça contra decisão

Christiane Samarco, de O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2012 | 15h31

O diretório nacional do PT rejeitou na tarde desta segunda-feira, 25, o recurso do prefeito petista do Recife, João da Costa, contra a impugnação de sua candidatura à reeleição. Por 49 votos contrários ao recurso, 19 votos favoráveis e três abstenções, a direção nacional do partido decidiu não apenas contra o recurso como também referendou a indicação do senador Humberto Costa (PT-PE) como candidato da legenda na disputa pela prefeitura da capital pernambucana.

A decisão marca ainda o fim da aliança do PT pernambucano com o PSB do governador Eduardo Campos que, em razão da briga petista, decidiu lançar candidato próprio à corrida municipal.

O prefeito João da Costa, que compareceu à Executiva para defender sua nova candidatura, ainda pode recorrer à Justiça contra a decisão do partido.

Na quinta-feira passada, 21, o juiz da 3ª Vara Cível do Recife, Francisco Julião Sobrinho, considerou válida a lista com 33 mil votantes usada pelo PT nas prévias vencidas pelo prefeito João da Costa, em maio. O PT nacional havia anulado a decisão e apontou como candidato o senador Humberto Costa. No PT, entende-se que a justiça considerou válida a lista, não as prévias - e que a decisão não influirá nas instâncias partidárias.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012RecifePT-PE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.