PT contrata equipe para melhorar imagem de Haddad

Ainda desconhecido da maioria do eleitorado e com índices de intenção de voto que não superam 4%, o pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, será alvo de um estudo de imagem. A pedido do publicitário João Santana, contratado para a campanha do ex-ministro, uma equipe de TV começou a gravar os eventos do petista.

FERNANDO GALLO, O Estado de S.Paulo

06 de março de 2012 | 03h06

Um cinegrafista, um operador de áudio e um fotógrafo estiveram ontem na comitiva de Haddad na visita a um seminário em Parelheiros, zona sul da capital. O ex-ministro usou um microfone de lapela, para registrar suas falas e a de seus interlocutores.

Trata-se de um teste para ver como o pré-candidato se porta no vídeo. Santana e a direção da campanha avaliarão como Haddad fala e se movimenta, se tem problemas de dicção, como são suas reações, de que forma manifesta emoções - ou deixa de manifestá-las - e como o povo o recebe nos eventos.

Correções. O "ensaio de imagem", como é chamado, serve para corrigir eventuais erros cometidos pelo ex-ministro, que já teve a atenção chamada pelo próprio Santana há pouco mais de um mês, quando o marqueteiro avaliou que Haddad não saíra bem em fotos nos jornais.

Sem contar com o programa do PT do primeiro semestre, cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral, nem com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ainda enfrenta problemas decorrentes do câncer, a exposição de Haddad no horário eleitoral de TV, a partir de agosto, é vista como ainda mais fundamental.

"Isso está fazendo falta neste momento, sobretudo em função do meu perfil, o fato de eu estar estreando em uma eleição", disse Haddad, sobre o programa cassado. "Esse tempo vai nos faltar, mas isso já está dado, não há como contornar essa dificuldade."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.