PT adia definição de tesoureiro de Haddad para julho

Depois de ver naufragarem três nomes que cogitava para a coordenação das finanças da campanha de Fernando Haddad à Prefeitura - José de Filippi Júnior, Emídio de Souza e Newton Lima -, o PT postergou para julho a escolha do tesoureiro. O partido continua com dificuldade para achar um nome de "extrema confiança" que contente suas diferentes correntes. Como a arrecadação de recursos é proibida antes do início do período eleitoral, até julho as contas ficarão a cargo do vereador Alfredinho, secretário de finanças do diretório municipal. / FERNANDO GALLO

O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2012 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.