Tiago Queiroz|Estadão
Tiago Queiroz|Estadão

PSOL confirma Boulos como candidato à Presidência

Cúpula do partido do líder MTST também escolherá a indígena Sônia Guajajara para integrar vice-presidência na chapa

Renato Onofre, O Estado de S.Paulo

21 Julho 2018 | 09h19

O PSOL confirma neste sábado, 21, em São Paulo, o nome do líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, como candidato à Presidência da República, para as eleições 2018. A chapa será composta pela líder indígena, Sônia Guajajara, que foi escolhida como vice. 

Nas últimas semanas, Boulos se aproximou do PT em busca de apoio. PSOL estaria de olho no apoio do partido caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja impugnado pela Justiça Eleitoral.

No dia 9, Boulos e o presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, participaram de um colóquio promovido pelo Instituto Novos Paradigmas, em Porto Alegre (RS), cujo presidente do conselho é o ex-ministro Tarso Genro, uma das poucas lideranças petistas a romper o silêncio imposto pela direção partidária e falar publicamente sobre as alternativas do partido na disputa presidencial caso Lula seja barrado.

Além de Tarso, participaram do colóquio os deputados Maria do Rosário e Henrique Fontana, além do ex-prefeito de Porto Alegre Raul Pont. Segundo participantes, Boulos e Medeiros deixaram uma boa impressão entre os petistas. A repercussão favorável do encontro animou a cúpula da campanha de Boulos, que já fala em receber apoio de medalhões petistas caso Lula seja, de fato, impugnado.

Convenção. Participam da convenção deste sábado 61 membros do diretório nacional além de parlamentares do partido, de pré-candidatos aos governos estaduais, à Câmara dos Deputados, ao Senado Federal e às assembleias legislativas. A assessoria do PSOL também divulga a presença de militantes do MTST e de organizações indígenas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.