PSDB oficializa Serra candidato à Prefeitura de SP

São Paulo, 24/06/2012 - O PSDB oficializou neste domingo, dia 24, a candidatura de José Serra à Prefeitura de São Paulo. Realizado no ginásio do Ibirapuera, zona sul da capital, o evento contou com a participação das principais lideranças da sigla.

Agência Estado

24 de junho de 2012 | 15h52

Em resposta ao lema da pré-campanha do petista Fernando Haddad, que prega o "novo" para São Paulo, Serra ressaltou sua experiência política e lembrou as realizações de sua gestões tanto como prefeito da cidade quanto como governador do Estado de São Paulo. "O tempo não desgasta os que lutam. Experiência é virtude", disse ele, alfinetando Haddad, que nunca concorreu a cargos eletivos: "Não estou aqui para experimentar. Estou aqui para avançar São Paulo".

Sob aplausos e gritos de "volta", Serra recorreu à frase "não passarão", da líder esquerdista da guerra civil espanhola Isidora Dolores Ibárruri Gómez, também conhecida como La Pasionaria, para criticar o discurso do PT. "Gente que fez pouco ou praticamente nada por São Paulo vai falar mal da cidade. Mas eles não passarão", discursou o candidato do PSDB.

Serra afirmou que, caso eleito, sua gestão usará recursos tecnológicos para oferecer serviços à população. "Será um governo parecido com Nova Iorque e Chicago", pregou ele.

Para Serra, é necessário ampliar as parcerias com o governo federal e continuar as estabelecidas com o estadual. Segundo ele, São Paulo precisa de um candidato com "independência" e "peso político" para fazê-las. "Isso é tarefa de um prefeito independente e com peso político e ousadia nas coisas", disse, em autorreferência.

Presente no evento, o governador Geraldo Alckmin disse que São Paulo não é terra de candidato do "bolso do colete." "Serra é candidato do povo", emendou o governador.

A ex-primeira dama Ruth Cardoso, que faleceu há quatro anos, foi homenageada por Serra. "Seu espírito era inovador. Ruth, você está aqui entre nós", afirmou ele. (Guilherme Waltenberg -

guilherme.waltenberg@grupoestado.com.br)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.