PSDB decidirá apoio no 2.º turno após eleição no RS, diz Yeda

Segundo pesquisa de intenções de voto, candidato apoiado pela governadora do Estado não seguirá na disputa

Sandra Hahn, Agência Estado

05 de outubro de 2008 | 16h11

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), votou pouco depois das 12h30 deste domingo, 5, acompanhada do candidato de sua legenda à prefeitura da capital gaúcha, Nelson Marchezan Júnior. Ela disse que assim que o resultado das urnas for conhecido, seu partido vai decidir as composições para o segundo turno. De acordo com as pesquisas já divulgadas, Marchezan Júnior não deverá ir para a segunda etapa deste pleito.  Veja também: Confira as imagens da votação pelo Brasil Cobertura completa das eleições 2008 Especial: Perfil dos candidatos  Eu prometo: Veja as promessas de campanha dos candidatos Ibope: Veja números das últimas pesquisas   "Sem dúvida, nas cidades onde houver segundo turno nós vamos expressar nossa posição", afirmou a governadora, após votar. Yeda informou que a Executiva Estadual do partido irá se reunir na segunda-feira para fazer uma avaliação do quadro eleitoral. Ela disse que a eleição transcorre normalmente em todo o Estado, de acordo com relatos que tem recebido da Brigada Militar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.