PSB em Fortaleza volta a exaltar parceria estadual

Proibido pela Justiça de relacionar sua propaganda ao ex-presidente e a Dilma, Roberto Cláudio destaca laços com governador Cid Gomes

EUGÊNIA LOPES, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2012 | 03h10

Após a Justiça proibir o candidato à prefeitura de Fortaleza Roberto Cláudio (PSB) de relacionar sua propaganda eleitoral ao nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ap da presidente Dilma Rousseff, a campanha do PSB mudou de estratégia e defende agora que, eleito, ele terá mais facilidades de obter verbas pela parceria com o Estado, administrado por Cid Gomes (PSB).

Afilhado político dos irmãos Ferreira Gomes, Roberto Cláudio foi obrigado a tirar do ar toda propaganda que associava sua candidatura a Lula e a Dilma.

A nova tática da campanha foi dada pelo ex-jogador e deputado Romário (PSB-RJ). Num comício na noite de anteontem na periferia de Fortaleza, o ex-jogador, em alusão à seleção brasileira da conquista da Copa do Mundo de 1994, argumentou que o Ceará deve contar na política com "uma dupla como Bebeto e Romário".

Vestindo uma camisa verde e amarela, Romário foi a principal estrela do último comício da campanha do PSB, que reuniu ainda o cantor Fagner e toda a cúpula do governo cearense.

No comício, o ex-ministro Ciro Gomes aproveitou para criticar o candidato do PT, Elmano de Freitas. Segundo suas palavras, o petista é "uma invenção tirada do bolso do colete" da atual prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), para atender ao "apetite político" de seu grupo - que, segundo Ciro, tem "uma goela sem tamanho".

Aliados até junho, Cid Gomes e Luizianne Lins romperam e lançaram candidatos desconhecidos à prefeitura da capital cearense.

Padrinhos. A candidatura de Elmano, ex-secretário de Educação de Fortaleza, começou patinando, mas ganhou força com a entrada em campo de Lula e da presidente Dilma. No 1.º turno, Lula e Dilma foram as estrelas das inserções nos programas de rádio e televisão do petista, que disputa seu primeiro mandato eletivo.

Presidente da Assembleia Legislativa do Ceará e em seu segundo mandato de deputado estadual, Roberto Cláudio, 37 anos, é mais conhecido do eleitorado de Fortaleza, mas também precisou dos padrinhos políticos para alavancar sua candidatura.

Nos programas eleitorais, o candidato do PSB foi apresentado por Ciro Gomes como um médico "talentosíssimo", com PhD em saúde pública, nos Estados Unidos, que poderia estar rico, mas optou pela vida pública.

No último dia de programa eleitoral gratuito de rádio e televisão, Elmano e Roberto Cláudio aproveitaram para usar imagens de seus comícios e declarações de apoio de seus padrinhos políticos. O programa do petista foi praticamente todo dedicado ao comício com a presença de Lula, que levou cerca de 50 mil pessoas ao centro de Fortaleza, na terça-feira.

Na véspera do segundo turno, os candidatos estão empatados nas pesquisas de intenção de voto e a avaliação das campanhas é que os votos dos indecisos vão definir o futuro prefeito de Fortaleza.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.