PSB da Paraíba declara apoio a Dilma

Diretório estadual decide não acompanhar posicionamento da Executiva Nacional, que vai apoiar Aécio Neves

Janaína Araújo - especial para O Estado, O Estado de S. Paulo

09 de outubro de 2014 | 16h19

João Pessoa - Na Paraíba, o PSB decidiu que o diretório estadual não precisa seguir a decisão da cúpula nacional de apoiar o candidato Aécio Neves (PSDB). O candidato ao governado paraibano pelo PSB, Ricardo Coutinho, se manifestou favoravelmente à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). No segundo turno no Estado, Coutinho enfrenta o tucano Cássio Cunha Lima.

O slogan adotado na Paraíba pelo PSB já foi anunciado pela própria Dilma Rousseff durante visita ao estado, ontem, para selar o acordo entre PMDB, PT e PSB. "Na Paraíba estamos juntos e misturados", declarou a presidente durante festa no clube Forrock, em João Pessoa. Nesta quinta-feira, 9, o PSB do Acre também declarou apoio a Dilma.

O diretório estadual já prepara material de campanha com fotos da presidenta Dilma Rousseff, do governador Ricardo Coutinho junto com as lideranças do PMDB, os senadores Vital do Rego Filho e José Maranhão, e da ala petista, o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo e seu irmão Lucélio Cartaxo, que perdeu a eleição para o Senado para José Maranhão.

No primeiro turno, Ricardo Coutinho que fez campanha para Marina, mas contou com apoio do PT da Paraíba, obteve 46,05% dos votos. Cássio Cunha Lima (PSDB) venceu com 47,44%.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.