Propriedade de brasiguaio é destruída

Cerca de 100 sem-terra paraguaios, conhecidos como carperos, queimaram uma plantação de soja de um fazendeiro brasileiro durante a intervenção da polícia para retirá-los da propriedade localizada na cidade de La Fortuna. A região fronteiriça está tomada por conflitos entre agricultores brasileiros - chamados de brasiguaios - e os carperos, que querem de volta as terras que hoje pertencem por lei aos brasileiros.

O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2012 | 03h02

Segundo o advogado Mario Vega, representante do proprietário brasileiro, os paraguaios chegaram a dar tiros e jogar ovos e pedras na polícia. "Eles queimara um caminhão que havia sido usado para retirar as madeiras para construir as moradias precárias onde estavam ficando. Não satisfeitos, ainda queimaram um plantação de soja de 70 hectares", afirmou.

O incidente aconteceu depois de a maior parte dos carperos ter sido retirada das terras de forma pacífica, disse a fiscal Haydée Barboza, que comandou a operação.      

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.