Projeto de lei aprovado pela CCJ da Câmara pode anular Lei da Ficha Limpa

Projeto de lei aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara pode enfraquecer a Lei da Ficha Limpa e aliviar a situação de políticos fichas-sujas. Conforme a proposta, do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), o candidato não responderá por crime praticado em campanha eleitoral por pessoa do comitê ou vinculada à candidatura, salvo se for comprovada a participação do político. "Deixa-se claro que os crimes cometidos por pessoa vinculada à campanha não o atingem, a não ser que se prove", diz Andrada. O deputado Sérgio Barradas Carneiro (PT-BA) discorda. "Há mil maneiras de provar se alguém teve ou não envolvimento em crimes. Filmes, gravações, perícias dirão se houve dolo ou não." Deputados temem que, se aprovada a lei, irregularidades de campanha passarão a ser atribuídas a cabos eleitorais. / JOÃO DOMINGOS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.