Procuradoria denuncia ex-chefe do Incra em MS

O Ministério Público Federal de MS denunciou o ex-superintendente do Incra no Estado, Luiz Carlos Bonelli, e 66 assentados do Assentamento Teijin, em Nova Andradina, por crime ambiental. Eles são acusados de desmatar mata nativa sem autorização de órgãos ambientais, além de instalar fornos de carvão. A ação do MPF baseou-se em reportagens de 2007 e 2009 do Estado. Foram identificados 348 lotes onde houve desmatamento, dos quais 116 em área de reserva. Bonelli foi denunciado por não ter tomado atitude na sua gestão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.