Epitácio Pessoa / Estadão
Epitácio Pessoa / Estadão

Principais partidos definem chapas à prefeitura de Jundiaí

PSDB, PSL, Podemos, PSOL e Novo já confirmaram candidatos a prefeito e a vice

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2020 | 16h39

SOROCABA – Os principais partidos políticos definem as chapas que vão disputar a prefeitura de Jundiaí, interior de São Paulo, nas eleições de novembro. O atual vice-prefeito, médico Antônio de Pádua Pacheco, o Dr. Pacheco, do Podemos, terá a candidatura a prefeito oficializada neste sábado, 12. Seu vice será o jovem Caio Mesquita, de 21 anos, estudante de relações internacionais na PUC/Campinas, também filiado ao Podemos. Dr. Pacheco se apresenta como o candidato apoiado por políticos ligados ao presidente Jair Bolsonaro.

O PSDB, que já governa a cidade, marcou a convenção para a próxima terça-feira, 18, na sede do partido. O prefeito Luiz Fernando Machado, pré-candidato à reeleição, terá como vice o vereador Gustavo Martinelli, do DEM. Estão juntos com os tucanos os partidos PP, PL, PTB, PV, PSC, MDB e Republicanos. “São partidos com perfil de centro-direita que comungam das mesmas ideias”, disse o presidente do PSDB local, Fernando Souza.

O PSL já confirmou a candidatura do auditor fiscal Marcus Dantas à prefeitura. O sargento aposentado da PM, Osmar Chile, concorre como vice. O advogado Edney Duarte Junior disputa o executivo municipal pelo partido Novo, tendo como vice na chapa Rogério Souza. O PSOL oficializou a candidatura de Cíntia Vanessa à prefeitura, tendo como candidato a vice Paulo Matsushita. Cíntia é pedagoga e tem origem indígena.

O PT definiu a pré-candidatura da arquiteta e urbanista Daniela da Câmara, mas o nome do vice ainda não está confirmado. Já o DC tem convenção marcada para o dia 16 próximo, devendo confirmar a candidatura da ativista social Márcia Pará. Sua vice será a policial civil Alessandra Esquivel.

Para Entender

Calendário Estadão

As datas, definições partidárias, candidaturas e a cobertura especial do jornal das campanhas pelo País e nos Estados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.