Primeiro debate entre candidatos à Prefeitura de Curitiba tem pouco confronto

O debate reuniu nove candidatos, entre eles o atual prefeito Gustavo Fruet (PDT); candidatos quiseram passar mensagem de perfis calmos

Julio Cesar Lima, O Estado de S. Paulo

23 Agosto 2016 | 00h59

CURITIBA - Com um tom abaixo do moderado, o primeiro debate à Prefeitura de Curitiba na noite desta segunda-feira, 22, foi marcado por poucos questionamentos diretos entre os candidatos. A ideia de passar ao eleitorado perfis calmos e preocupados com propostas foi uma das marcas. O debate reuniu nove candidatos, entre eles o atual prefeito Gustavo Fruet (PDT).

Em raro momento de críticas mais pesadas, a candidata Xênia de Mello (PSOL) disse que todos os candidatos tinham parentes na política e estavam citados na Lava-Jato, o que provocou um inédito pedido de resposta de seis postulantes ao cargo.

O petista Tadeu Veneri disse que ela precisa se contextualizar. "Os que cometeram erros estão pagando". Já Ney Leprevost (PSD) criticou a postura dela. "Eu criei a Lei da Ficha Limpa e apoio a Lava-Jato", comentou.

Mais conteúdo sobre:
CURITIBA Gustavo Fruet PDT PSOL PSD

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.