Marcio James/Secom Manaus
Marcio James/Secom Manaus

Presidente do PSDB paulista pede expulsão de Arthur Virgílio por apoio a Marina

Diretório paulista já expulsou até agora sete integrantes, entre prefeitos e vereadores, que declararam apoio a Jair Bolsonaro antes do primeiro turno

Marcelo Osakabe e Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo

07 Outubro 2018 | 18h46

O presidente do PSDB de São Paulo, deputado Pedro Tobias, encaminhou à direção nacional do partido um pedido de expulsão do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio. Na semana passada, Virgílio declarou apoio à candidatura de Marina Silva (Rede) à Presidência, contra Geraldo Alckmin, que também é presidente nacional do PSDB. 

Desafeto do candidato do partido à Presidência, Virgílio declarou apoio e fez campanha ao lado dela na semana passada. No começo do ano, o prefeito tentou disputar prévias para a nomeação tucana à corrida ao Planalto, mas acabou desistindo.

O diretório paulista já expulsou até agora sete integrantes, entre prefeitos e vereadores, que declararam apoio a Jair Bolsonaro (PSL) antes do primeiro turno. Outros três processos começaram na semana passada, tendo como alvos militante que criaram um grupo de apoio ao voto “Bolsodoria”, e devem ter o mesmo desfecho.

Se houver segundo turno, a executiva estadual deve se reunir na manhã da segunda-feira para decidir sobre o encaminhamento a seguir. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.