Presidente do PSB em Pernambuco comemora apoio de corrente do PT

Já para o senador Humberto Costa (PT-PE), decisão da corrente, tomada a sete dias da eleição, pouco influenciará na disputa local

ERICH DECAT, Enviado especial/O Estado de S. Paulo

29 de setembro de 2014 | 21h16

O presidente estadual do PSB em Pernambuco, Sileno Guedes, comemorou nesta segunda-feira, 29, a decisão de integrantes do PT no Estado de declarar apoio ao candidato ao governo local, Paulo Câmara (PSB). “Foi uma boa notícia. O Gilson (Gilson Guimarães, representante do PTLM), que é o coordenador, que lidera essa corrente, é um militante histórico do PT e que há muito tempo vem se mostrando incomodado com essa aliança esquisita que o PT fez em Pernambucano no sentido de apoiar um quadro que sempre defendeu os interesses dos patrões", afirmou Guedes ao Broadcast Político.

Para o senador Humberto Costa (PT-PE), a decisão da corrente, tomada a sete dias da eleição, pouco influenciará na disputa local. “Nós reagimos com tranquilidade porque é um grupo absolutamente inexpressivo no PT. Todas as correntes do partido se manifestaram no sentido de condenar essa decisão. Isso de forma alguma vai abalar aqui a nossa campanha de João Paulo e Armando Monteiro”, ressaltou.

Questionado se a iniciativa poderia gerar um processo de expulsão, Costa afirmou: “Neste momento, ninguém vai discutir nada disso. Mas, posteriormente, o partido pode discutir. Mas essas pessoas, com esse ato, já se autoexcluíram do partido."

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesPSBPTPernambuco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.