Presidente antecipa volta e avalia caso Lupi

Uma debandada de presidentes esvaziou o segundo dia da primeira Cúpula da Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac). A presidente Dilma Rousseff deixou Caracas no meio da manhã de ontem. Os planos para quando desembarcasse em Brasília era começar imediatamente a discutir a situação do ministro do Trabalho, Carlos Lupi.

LISANDRA PARAGUASSU , ENVIADA ESPECIAL / CARACAS , O Estado de S.Paulo

04 de dezembro de 2011 | 03h04

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, deixou a Venezuela ainda na madrugada de ontem. Depois de uma reunião que só terminou às 23h30 de sexta-feira, boa parte dos presidentes decidiu não participar do segundo dia do encontro. A reunião foi encerrada às 23h30 com uma foto oficial. A cúpula, porém, deixou pendências que terão de ser definidas pelos chanceleres nos próximos meses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.