DIDA SAMPAIO/ESTADÃO
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Presidenciáveis criticam Bolsonaro após o pré-candidato ensinar criança a imitar arma

Manuela D'Ávila (PCdoB) e Marina Silva (Rede), que também concorrem ao Palácio do Planalto, condenaram a atitude do deputado

O Estado de S.Paulo

20 Julho 2018 | 17h55

O pré-candidato à Presidência da República nas eleições 2018 Jair Bolsonaro (PSL) publicou na quinta-feira, 19, um vídeo gravado em Goiânia em que ensina uma menina a fazer o gesto de uma arma com as mãos. As imagens causaram polêmica nas redes sociais, inclusive entre outros pré-candidatos ao Palácio do Planalto.

Marina Silva (Rede) utilizou sua conta no Facebook para dizer que "como mãe e professora, fiquei estarrecida ao ver um candidato ensinar uma criança a fazer gesto de revólver com as mãos."

A também pré-candidata Manuela D'Ávila (PCdoB) chamou Bolsonaro de "inominável" na publicação em que critica a atitude do deputado. 

No Facebook, o pré-candidato à Presidência Guilherme Boulos (PSOL) afirmou que "a arma que defendemos para nossas crianças é uma boa educação!". Ele acrescentou que Jair Bolsonaro é "inimigo do Brasil".

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa de Jair Bolsonaro não respondeu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.