Preocupada com apagão, Justiça eleitoral do Piauí toma cuidado extra com urnas

O presidente em exercício do TRE-PI, desembargador José Ribamar Oliveira, informou que a ministra presidente do TSE, Carmem Lúcia, demonstrou preocupação com a votação no Piauí e no Nordeste, em consequência do apagão da energia elétrica de quinta-feira.

O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2012 | 03h02

Por causa disso, o TRE-PI terá cuidado extra em relação às baterias das urnas eletrônicas, que têm autonomia para funcionar entre seis e dez horas. Segundo o desembargador, todas as urnas estarão com bateria 100% carregada e ainda haverá urnas reservas para os 294 locais de votação. Ao todo, 1.394 urnas serão usadas. "Creio que não teremos dificuldades", acredita o magistrado.

"As atenções devez m ser redobradas, principalmente após o apagão. Queremos garantir o pronto restabelecimento da votação em qualquer situação, por isso, haverá 259 pessoas de sobreaviso no plantão do TRE-PI para contornar qualquer ocorrência e onde houver necessidade", concluiu Ribamar Oliveira.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012HaddadSerra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.