Prefeituras negam favorecimento em contratos assinados

Quatro das sete prefeituras negam que os convênios assinados nos últimos anos tenham sido feitos por serem eles dirigentes do PDT. Segundo o prefeito de São João do Meriti, a ligação de seus secretários com a sigla não favoreceu a cidade. Já prefeito de Duque de Caxias, José Camilo Zito (PP), disse que escolheu o pedetista Jorge Cezar de Abreu para a Secretaria do Trabalho por sua qualificação: "É um rapaz jovem e muito atuante."

O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2011 | 03h02

A prefeitura de Itaboraí garante que os recursos foram aplicados corretamente. Já a Secretaria de Comunicação de Búzios afirma que a verba do convênio será usada para financiar cursos na área de turismo e avalia que a presença do PDT na administração não teve influência. O secretário de Trabalho de São Gonçalo preferiu não comentar o assunto e a prefeitura de Belford Roxo não respondeu aos questionamentos do Estado. / B.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.