Prefeituras alegam caos e fecham as portas

As prefeituras de Crato e Acopiara, no Ceará, estão fechadas. Os novos prefeitos tomaram posse em 1.º de janeiro, mas suspenderam o trabalho do Executivo sob a alegação de caos administrativo provocado por gestões anteriores. O prefeito de Acopiara, Vilmar Félix (PSB), instalou auditoria para identificar deficiências da prefeitura. Só deve abrir as portas em fevereiro. O mesmo fez o prefeito de Crato, Ronaldo Matos (PMDB). Os serviços públicos essenciais, como saúde e educação, foram mantidos.

O Estado de S.Paulo

09 de janeiro de 2013 | 02h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.