Pré-sal em ES alavanca campanha de Dilma para 2010

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, deu em Vitória (ES) o pontapé inicial em sua campanha presidencial para 2010. Na véspera do evento que comemorou o primeiro óleo extraído do pré-sal e atraiu a imprensa nacional para a região, ela participou de jantar de apoio à reeleição do prefeito local, João Coser (PT). A postura normalmente austera da ministra cedeu lugar a um estilo simpático. Tocando casaca (típico reco-reco capixaba), com riso fácil, Dilma ensaiou passos de dança e esteve acessível durante as cerca de três horas em que ficou no buffet alugado pela equipe de apoio do prefeito para o jantar.A ministra foi ovacionada pelos presentes aos gritos de "Dilma presidente", posou para fotos com candidatos a vereador e socialites locais e se emocionou ao encontrar um velho companheiro da guerrilha que a chamou de "comandante Wanda" - seu codinome na ditadura. Na platéia, em meio a aproximadamente 800 participantes que pagaram R$ 100 cada um pelo jantar e a aplaudiram em pé, estavam empresários, políticos, sindicalistas, autoridades locais e os presidentes dos três principais fundos de pensão do País, Sérgio Rosa, da Previ, Guilherme Lacerda, da Funcef, e Wagner Pinheiro, da Petros.Ontem, durante a ida à plataforma P-34, onde foi feita a primeira retirada do óleo do pré-sal, manteve o bom humor da noite anterior. No evento que se seguiu à visita à plataforma, Dilma foi saudada como "a rainha do dia" pelos executivos da estatal, ministros e pela platéia. Mesmo tendo deixado o local antes de a cerimônia terminar, recebeu saudações posteriores em público do governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB). "A ministra Dilma é uma revelação neste país por sua capacidade gerencial", elogiou o governador. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.