Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

PR também oficializa voto livre em presidenciáveis no segundo turno

Partido da República também liberou seus filiados para apoiarem Jair Bolsonaro (PSL) ou Fernando Haddad (PT) na eleição

Camila Turtelli, O Estado de S.Paulo

10 Outubro 2018 | 12h22

BRASÍLIA - O Partido da República (PR) também oficializou a orientação de que seus quadros estão liberados para apoiarem qual candidato quiserem no segundo turno. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 10, pelo líder do PR na Câmara, José Rocha (BA). "O PR decidiu liberar todos os quadros para seguir com Jair Bolsonaro ou Fernando Haddad", disse sobre os candidatos do PSL e PT que concorrem ao Palácio do Planalto. "Em cada Estado, cada parlamentar deve seguir quem achar melhor", completou.

Ele afirmou que um dos motivos para essa decisão é justamente a forte polarização ente os candidatos. "Temos aí duas candidaturas em campos completamente opostos", disse.

Ele disse ainda que não há uma hegemonia no partido, embora tenha indicado que os quadros do Nordeste tendem a seguir o PT. "Temos parlamentares que apoiam Bolsonaro e Haddad, como é meu caso".

Renovação 

"A Renovação da Câmara era esperada em função de tudo o que vinha acontecendo. População indignada com tudo no congresso", afirmou sobre o alto índice de renovação da Casa.

O líder indicou que o partido não deve fazer base governista para nenhum dos candidatos. "Nossa bancada vai se pautar com um compromisso com o país, independentemente de quem seja o presidente. Vamos votar projetos que sejam de interesse do País", disse

Ele disse que a Reforma da Previdência é necessária, "mas não essa que foi colocada aí". "Tem de ser uma que preservem os diretos daquelas que já o adquiram", afirmou.

A bancada do PR elegeu 33 deputados, ante os atuais 41. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.