Por 'tratativas com partidos de centro-esquerda', PT adia convenções nacional e estaduais

Executiva Nacional da legenda soltou nota nesta quarta-feira estabelecendo novas datas

O Estado de S.Paulo

06 Junho 2018 | 11h27

A Executiva Nacional do PT adiou o calendário das convenções estaduais e nacional para 27 a 29 de julho e 30 de julho a 5 de agosto, respectivamente. Segundo a nota divulgada nesta quarta-feira, 6, o objetivo é continuar com as negociações de chapa com partidos de centro-esquerda.

++ PCdoB anuncia sindicalista para vice de Manuela D'Ávila

++ PT gaúcho pode ter chapa pura ao governo após 16 anos

Os encontros estaduais estavam marcados inicialmente para 17 a 28 de junho, enquanto a nacional seria em 28 de julho. "Considerando as tratativas com os partidos de centro-esquerda e a tática nacional definida pela Direção Nacional do Partido dos Trabalhadores, de que a centralidade da nossa disputa é a candidatura nacional de Lula à Presidência da República, a Comissão Executiva Nacional resolve divulgar uma nova agenda pré-eleitoral", diz o texto da Executiva.

A nota determina ainda que, até que as negociações com outras legendas estejam concluídas, as pré-candidaturas petistas estão mantidas nos Estados, como a senadora Fátima Bezerra (RN) e da vereadora Marília Arraes (PE). A presença da pernambucana na disputa tem complicado as conversas com o PSB no Estado. A legenda é aliada do PT na região e quer reeleger o governador Paulo Câmara.

++ Lula volta a pedir liberdade

Confira nota na íntegra:

Considerando as tratativas com os partidos de centro-esquerda e a tática nacional definida pela Direção Nacional do Partido dos Trabalhadores, de que a centralidade da nossa disputa é a candidatura nacional de Lula à Presidência da República, a Comissão Executiva Nacional resolve divulgar uma nova agenda pré-eleitoral. Todos os encontros estaduais do PT serão adiados para a data de 27 a 29 de julho, bem como o encontro nacional que será realizado entre os dias 30 de julho e 5 de agosto.

Desta forma, até que as tratativas com os demais partidos sejam acordadas, estão mantidas as pré-candidaturas aos governos estaduais, a exemplo de Fátima Bezerra,no Rio Grande do Norte, Marília Arraes,em Pernambuco, Luiz Marinho, em São Paulo, Dr. Rosinha,no Paraná, Miguel Rossetto, no Rio Grande do Sul, Paulo Rocha, no Pará, Décio Lima, em Santa Catarina, dentre outras

Comissão Executiva Nacional do PT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.