Policial e lobista são denunciados por violar sigilo

O Ministério Público Federal em Jales denunciou o policial civil Jabis Ediberto Busqueti e o lobista Osvaldo Ferreira Filho, o Osvaldim, por violação de sigilo funcional. Jabis se utilizou de sua condição para acessar um banco de dados da polícia e revelou a Osvaldim informação que deveria permanecer em segredo. Os dois podem pegar até doze anos de prisão. Investigado pelo MPF e pela PF, Osvaldim estranhou a presença de um Astra perto de sua casa, anotou a placa e pediu para Jabis verificar os dados do carro - uma viatura descaracterizada da PF usada nas investigações sobre a Máfia do Asfalto. Para o procurador da República Thiago Lacerda Nobre, Jabis e Osvaldim prejudicaram as investigações. "Há provas cabais de que Jabis se utilizou de sua função pública para ter acesso a informações que deveria manter em sigilo." / F.M.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.