Sindicato dos Delegados da Polícia Federal / Reprodução
Sindicato dos Delegados da Polícia Federal / Reprodução

Polícia Federal instaura 4 inquéritos por crimes eleitorais

Dados são do Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições mostram que PF também instaurou 27 termos circunstanciados relacionados

Fabio Serapião, O Estado de S.Paulo

28 de outubro de 2018 | 15h24

A Polícia Federal instaurou até as 14h deste domingo, 28, segundo turno das Eleições 2018, quatro inquéritos e 27 termos circunstanciados relacionados - infrações de menor potencial ofensivo - a crimes eleitorais. Os dados são do Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições (CICCE), que acompanha em tempo real todas as demandas de investigações de crimes eleitorais autorizadas pela Justiça Eleitoral.

O CICCE fica fisicamente em Brasília e centraliza as informações sobre apurações de todo Brasil, entre elas, as que envolvem a produção e disseminação de notícias falsas (fake news).

Em todo Brasil, 71 pessoas foram presas devido à prática de crimes eleitorais neste domingo, 28, segundo turno das eleições 2018. Os números são do Centro Integrado de Comando e Controle (CICCN) da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e são relativos ao período entre 00h01 e 14h.

As prisões são resultado das 304 ocorrências registradas pelas policiais estaduais e as superintendências regionais da Polícia Federal. Ao todo, 265 mil agentes públicos das polícias estaduais e federal, do Corpo de Bombeiros e das guardas municipais atuam para garantir a segurança e a ordem durante o pleito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.