Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Podemos avalia lançar Santos Cruz como pré-candidato à Presidência

O general é agora citado, nos bastidores, como favorito para assumir o posto que era do ex-juiz Sérgio Moro

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2022 | 21h24
Atualizado 26 de abril de 2022 | 21h52

BRASÍLIA — O Podemos avalia a possibilidade de lançar o general Carlos Alberto dos Santos Cruz como pré-candidato à Presidência. O rumo do partido na eleição será discutido em reunião em Brasília, marcada para esta quarta-feira, 27. Como revelou o Estadão no domingo, Santos Cruz, colocou o nome dele "à disposição" do partido para o posto.

Santos Cruz foi ministro da Secretaria de Governo e acabou demitido pelo presidente Jair Bolsonaro, após cinco meses no cargo por divergências com o chamado “gabinete do ódio”, responsável pela comunicação do Palácio do Planalto nas redes sociais.

O general é agora citado, nos bastidores, como favorito para assumir a vaga de candidato à sucessão de Bolsonaro, após a saída do ex-juiz Sérgio Moro do Podemos. Moro entrou no Podemos em novembro do ano passado, mas deixou o partido quatro meses depois para se filiar ao União Brasil. O problema é que o União Brasil – resultado da fusão entre o DEM e o PSL – não quer Moro na corrida ao Planalto.

O ex-procurador Deltan Dallagnol e o senador Alvaro Dias também são lembrados como possíveis presidenciáveis, mas os dois pretendem concorrer, respectivamente, a vagas na Câmara dos Deputados e no Senado, pelo Paraná. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.