PF tenta acordo de fazendeiros e índios na BA

A Polícia Federal fez ontem a primeira tentativa de negociação para que fazendeiros e índios pataxó hã-hã-hãe interrompam a série de conflitos por posse de terra no sul da Bahia registrada desde o início do ano. O acordo, porém, não foi concluído.

O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2012 | 03h03

Em reunião no Sindicato dos Produtores Rurais de Pau Brasil - um dos municípios onde índios têm promovido invasões - policiais propuseram que os fazendeiros aceitem as ocupações realizadas desde o início do ano (68) até que o Supremo Tribunal Federal julgue a questão. Em troca, os índios garantiriam que não haveria novas invasões.

Os cerca de 60 agricultores que foram à reunião, porém, não aceitaram a proposta. Eles exigem que os índios desocupem pelo menos as 12 últimas fazendas invadidas. A contraproposta foi encaminhada à Funai.

O clima entre fazendeiros e índios voltou a ficar tenso na região na semana passada. Na sexta-feira um índio foi baleado em uma das fazendas invadidas e, sábado, o corpo de um funcionário de uma fazenda foi encontrado. No mesmo dia um caminhão com agricultores foi incendiado. / T.D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.