Petistas do Rio estudam apoio a Jandira já no 1º turno

Medo de ficar fora do segundo turno levou à hipótese; Edson Santos é o mais propenso a apoiar

LUCIANA NUNES LEAL, Agencia Estado

25 de setembro de 2008 | 19h57

A preocupação com a possibilidade de a esquerda ficar fora do segundo turno no Rio de Janeiro levou um grupo de petistas a considerar a hipótese de manifestar apoio à candidata do PCdoB, Jandira Feghali, nos próximos dias. O ministro da Igualdade Racial, Edson Santos, é o mais propenso a apoiar Jandira ainda no primeiro turno. Outro petista envolvido na estratégia é o prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Faria.       Veja também: Especial: Perfil dos candidatos  Ibope: Veja números das últimas pesquisas Embora esteja envolvido na própria campanha à reeleição, Lindberg estuda a possibilidade do apoio imediato à ex-deputada, candidata pela coligação "Mudança pra Valer" (PTN-PCdoB-PHS-PSB). O PT tem candidato próprio na capital, o deputado estadual Alessandro Molon. Tanto Edson quanto Lindberg já foram do PCdoB. O ministro foi pré-candidato do PT à prefeitura do Rio nestas eleições, mas deixou a disputa interna quando foi nomeado ministro. Lindberg apoiou o ex-deputado Vladimir Palmeira, derrotado na prévia por Molon. O comando da campanha de Jandira aguarda uma resposta dos petistas, para organizar a agenda da candidata. Uma idéia seria promover, na segunda ou na terça-feira, um almoço do Comitê Braços Abertos, movimento suprapartidário de apoio a Jandira lançado há duas semanas pelo reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Aloísio Teixeira. O encontro teria um tom de união da esquerda em busca do voto do eleitor progressista.Outra possibilidade seria uma programação de rua já no fim de semana. Nem Molon nem Jandira quiseram comentar o assunto hoje. A presidente do PCdoB do Rio, Ana Rocha, disse que não tinha ainda uma definição. "Isso está em construção", respondeu.PesquisasA candidata do PCdoB está em um momento difícil da campanha, com o crescimento do candidato da "Frente Carioca" (PV-PSDB-PPS), Fernando Gabeira, apontado pelo instituto Datafolha. Os dois disputam o terceiro lugar nas intenções de voto. Os petistas que defendem o apoio imediato a Jandira querem evitar um segundo turno disputado entre o líder Eduardo Paes, da coligação "Unidos pelo Rio" (PMDB-PP-PSL-PTB), e o segundo colocado, senador Marcelo Crivella, da "Vamos Arrumar o Rio" (PR-PSDC-PRTB-PRB).

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesRJRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.