Petista recebe apoio do PCdoB em Porto Alegre

A candidata do PT à prefeitura de Porto Alegre, Maria do Rosário, obteve o apoio do PCdoB de Manuela D''Ávila, alijada da disputa no primeiro turno, e do PSC, que fez parte da candidatura de Onyx Lorenzoni. A direção nacional do PCdoB já indicou que o partido apoiará a campanha do PT na capital gaúcha. Porém, o diretório regional considera isso como "indicativo de caminho", mas ainda não deu o "sim" à legenda da candidata da "Frente Popular" (PSL-PTC-PRB-PT). "Pretendemos avançar nisso no final de semana", disse o presidente regional da sigla, Adalberto Frasson.Já o prefeito da cidade e candidato à reeleição, José Fogaça (PMDB), recebeu o apoio formal do PP à campanha do segundo turno. A legenda participa da administração municipal e, apesar de ter disputado o primeiro turno com Lorenzoni, não deixou os cargos que ocupava no Executivo, no qual tem duas secretarias. Ao anunciar a decisão do partido, o presidente estadual do PP, Jerônimo Goergen, pediu "reciprocidade" do PMDB e PDT na eleição para a prefeitura de Pelotas, no interior do Estado, na qual Fetter Júnior (PP) enfrentará Fernando Marroni (PT) no segundo turno. A resposta será dada pelos dois partidos na semana que vem.Fogaça comemorou também a provável ausência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na campanha de Maria do Rosário. Pressionado pelo PMDB nacional, Lula indicou que não viajará à capital gaúcha para atividades de campanha. "O presidente comprova que é um estadista", afirmou Fogaça, considerando Lula "imparcial e equânime".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.