Petista promete órgão contra corrupção em SP

O pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, prometeu criar a Controladoria-Geral do Município (CGM), inspirada na CGU, da União, para combater a corrupção na capital. Em encontro com empreendedores, ele disse que nomeará promotores para impedir escândalos como o de Hussain Aref, descoberto recentemente. O diretor do Departamento de Aprovação de Edificações (Aprov) é investigado por suposto enriquecimento ilícito. Durante sua gestão, ele adquiriu de 125 imóveis.

O Estado de S.Paulo

13 de junho de 2012 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.