Petista diz que rivais representam ‘retrocesso’

Dilma Rousseff (PT) criticou os candidatos no Twitter antes da declaração ter sido feita

O Estado de S. Paulo

12 de outubro de 2014 | 22h00

Antes mesmo de Marina Silva, terceira colocada na eleição presidencial, anunciar domingo, 12, seu apoio a Aécio Neves (PSDB) no 2.º turno, a candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), já criticava no Twitter a declaração que nem havia sido feita. Na rede social, a petista usou palavras mais incisivas que em entrevista horas depois e classificou os adversários como representantes do “retrocesso”.

“Aqueles que estão comigo representam o meu projeto de País: de avanço. Os que estão do outro lado (PSDB) representam o retrocesso!”, diz o post de Dilma no Twitter. O texto foi publicado às 8h, três horas antes da entrevista em que Marina declarou apoio a Aécio. Por volta das 11h30, ao ser questionada sobre o anúncio, Dilma minimizou o episódio e lembrou que também conta com apoio de integrantes do PSB.

Não é a primeira vez que a equipe da campanha petista deixa para as redes sociais palavras e expressões mais fortes do que as usadas pela candidata em discursos e entrevistas para criticar adversários. No sábado, em Contagem (MG), Dilma provocou Aécio ao dizer que não tinha sido nomeada aos 25 anos para um cargo executivo na Caixa Econômica Federal. Pouco depois dessa declaração, um post publicado no perfil da presidente no Facebook chamava o tucano de “playboyzinho da Caixa”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.