Petista deveria se preocupar é com o mensalão, diz Virgílio

Tucano afirma que causa espanto a disposição eleitoral de Lula em meio a um 'desastre' para o seu governo no STF

MANAUS, O Estado de S.Paulo

20 de setembro de 2012 | 03h04

Poucas horas antes do comício da candidata do PC do B à Prefeitura de Manaus, senadora Vanessa Grazziotin, com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-senador Artur Virgílio, que concorre pelo PSDB, disse que o petista deveria estar mais preocupado com o julgamento do mensalão do que com as eleições municipais.

"Me espanta muito que, neste momento do julgamento histórico do governo dele, ele esteja preocupado com a campanha. Começa a se desenhar um desastre para o governo dele no Supremo Tribunal Federal", afirmou Virgílio. Em referência à reportagem da revista Veja, segundo a qual o operador do mensalão Marcos Valério tem feito declarações que envolvem Lula no esquema, Artur Virgílio ironizou: "Para usar um termos deles, o Marcos Valério está socializando a responsabilidade."

'Rancor'. Em outra ironia, o tucano disse que será eleito prefeito e receberá Lula como convidado da prefeitura na capital amazonense. Perguntado se entendia a participação do ex-presidente na campanha de Manaus como uma resposta aos embates que travou como líder do PSDB no Senado durante o governo Lula, Virgílio disse esperar que não seja esta a motivação do petista. "Rancor não faz bem à saúde e eu orei muito pela saúde do ex-presidente Lula. Ele é sempre bem-vindo e, a partir de janeiro, toda vez que ele vier a Manaus será meu convidado oficial, convidado da prefeitura. Inclusive para assistir comigo aos jogos da Copa do Mundo, na tribuna de honra", brincou o tucano. / L.N.L.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.