Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Pesquisa Datafolha mostra Russomanno e Marta em empate técnico

No levantamento divulgado nesta sexta-feira, 9, o candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo registra 26% das intenções de voto e a peemedebista tem 21%; a margem de erro é de 3 pontos porcentuais

O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2016 | 19h39

A primeira pesquisa Datafolha realizada após o início do horário eleitoral, divulgada nesta sexta-feira, 9, mostra crescimento das intenções de voto nas candidaturas da senadora Marta Suplicy (PMDB) e do empresário João Doria (PSDB), e queda no desempenho do deputado Celso Russomanno (PRB). Como a margem de erro é de 3 pontos porcentuais, Marta e Russomanno estão empatados tecnicamente. O mesmo ocorre entre a peemedebista e o tucano.

Na pesquisa anterior, realizada entre os dias 23 e 24 de agosto, Russomanno tinha 31% das intenções de voto, agora, tem 26%. Já Marta foi de 16% para 21%. Doria subiu 11 pontos porcentuais, indo de 5% para 16%.

O prefeito Fernando Haddad (PT), que disputa a reeleição, teve variação de 1% entre os dois levantamentos (de 8% para 9%). A candidata do PSOL, Luiza Erundina, oscilou negativamente dentro da margem de erro. As intenções de voto na deputada foram de 10% para 7%.

A pesquisa Datafolha também apurou três cenários para o segundo turno das eleições municipais. Em uma disputa entre Russomanno e Marta, o candidato do PRB ficaria com 45% das intenções de voto e a peemedebista, com 38%. No cenário em que Russomanno enfrenta o candidato tucano, o deputado também ficaria na frente, com 52% e Doria teria 28%. Em um segundo turno com Marta e Doria, a senadora teria 48% das intenções de voto e o empresário ficaria com 33%. 

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e o jornal Folha de S.Paulo e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo SP-00567/2016. O instituto ouviu 1.092 eleitores da cidade de São Paulo nesta quinta-feira, 8. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.