Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

PDT deve oferecer ao PSB vaga de vice de Ciro Gomes

Sem a possibilidade de compor com o Centrão, que fechou com Alckmin, pedetistas apostam no PSB para não ficarem isolados na campanha

Renan Truffi e Gilberto Amendola, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2018 | 11h41

O vice-presidente do PDT, André Figueiredo, disse nesta sexta-feira, 20, que o partido deve oferecer ao PSB a vaga de vice na campanha de Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência, como forma de tentar garantir a aliança com os socialistas.

"Sem o Centrão, facilita a negociação com o PSB em torno do vice (O PSB), seria o vice ideal", explicou. Ele descartou qualquer chance de o partido conseguir apoio do Solidariedade para a campanha de Ciro Gomes.

Depois de a campanha ver o acordo com o Centrão minguar, alguns dirigentes da legenda ainda estavam otimistas sobre a chance de atrair o partido de Paulinho da Força (Solidariedade). Figueiredo afirmou ao Broadcast/Estadão, no entanto, que este acordo é improvável.

O acordo com o PSB é agora um dos principais caminhos para o partido não ficar isolado na campanha presidencial. Outra frente de negociação está sendo travada junto ao PCdoB, que também mantém conversas com o PT.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.