Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

PCdoB mantém candidatura de Manuela e define sindicalista Adilson Araújo como vice

Dirigentes do partido mantêm, no entanto, ainda aberta a possibilidade de compor com o PT

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2018 | 15h28

O PCdoB decidiu manter a candidatura da deputada estadual gaúcha Manuela D'Ávila à Presidência da República nas eleições 2018, de acordo com fontes ouvidas pelo Estadão/Broadcast Político. O escolhido para ser vice dela é o sindicalista Adilson Araújo, presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

A decisão deve ser formalizada ainda neste domingo, 5, após uma reunião do comitê central do partido, em São Paulo. Dirigentes do PCdoB mantêm, no entanto, aberta a possibilidade de compor com o PT, caso Manuela seja escolhida como a vice imediata de Lula.

A prioridade do PCdoB era unificar o campo da esquerda, mas as conversas com PDT e PT não prosperaram. O PT chegou a sinalizar que convidaria Manuela para ser vice do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril em Curitiba, mas a proposta foi barrada por membros da sigla.

Dirigentes do PT ainda farão uma última tentativa de convencer os comunistas a mudarem de ideia. O PCdoB apoiou o PT em todas as eleições presidenciais desde 1989.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.