Maryanna Oliveira/Agência Câmara
Maryanna Oliveira/Agência Câmara

PCdoB vai confirmar Orlando Silva, em 5 de setembro, em convenção que antecipa pontos do programa

Candidatura do deputado federal pretende levantar a bandeira do anti-racismo em São Paulo

Marcelo Godoy e Paula Reverbel, O Estado de S.Paulo

02 de agosto de 2020 | 05h00

O PC do B paulistano vai confirmar a candidatura do deputado federal Orlando Silva em 5 de setembro, em evento que vai antecipar à militância alguns pontos do programa de governo, para que ele passe a receber sugestões da base. Um dos principais pontos do plano serão ações de combate ao racismo.

“A intenção é ter o ato político, mas ela depende das condições sanitárias. Se não der, vamos fazer de maneira virtual com as assinaturas presenciais, em que você passa em um lugar para assinar a ata”, explicou ao Estadão Rodrigo de Carvalho, coordenador da campanha do deputado.

“Vamos apresentar uma primeira sugestão de plano de governo que estamos chamando de plano emergencial, com diretrizes para o enfrentamento da crise sanitária, econômica e social”, acrescentou. “Outro eixo do plano de governo terá ‘São Paulo contra o racismo’, já que o Orlando é um candidato negro e tem uma forte identidade pelas causas relacionadas à questão do racismo”, disse.

De acordo com Carvalho, o diretório pretende, ao apresentar as diretrizes de governo na convenção, abrir espaço para que os militantes façam contribuições. O plano final será uma síntese de tudo.

O PC do B foi um aliado do PT por vários ciclos eleitorais e os comunistas apoiaram, em 2016, a candidatura do então prefeito petista Fernando Haddad (PT) à reeleição. Este ano, porém, o PC do B decidiu lançar um nome próprio que vai ser oponente de Jilmar Tatto, ex-secretário de Transportes de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.