PC do B formaliza apoio a Rosário em Porto Alegre

A candidata do PT à prefeitura de Porto Alegre, Maria do Rosário, terá o apoio do PC do B no segundo turno da eleição. O reforço foi confirmado hoje em ato político com os dirigentes estaduais dos dois partidos e tornou-se o maior que a deputada federal obteve nesta etapa da disputa. Antes dos comunistas, o PSC, o PR e o PT do B haviam firmado aliança com Maria do Rosário somando-se à coligação original, do primeiro turno, que contava também com o PRB, o PTC e o PSL.Apesar de comemorar a aliança com o partido pelo qual iniciou sua militância política, Maria do Rosário ainda não sabe se contará com a presença de Manuela D''Ávila em seu palanque. A comunista foi a terceira colocada do primeiro turno, com 15% dos votos, mas não fez manifestações públicas no segundo turno, dando a entender que vai preferir priorizar sua agenda de deputada federal em Brasília. "Quero ter a Manuela onde ela quiser estar comigo", afirmou Maria do Rosário. "Mas a partir deste momento eu posso dizer que estamos juntas, porque ela é uma pessoa de partido e eu também sou." O presidente estadual do PC do B, Adalberto Frasson, foi reticente ao falar do assunto. "Temos que levar em conta que Manuela fez 120 mil votos representando uma aliança e não apenas o PC do B", ressalvou, dando a entender que a participação da ex-candidata depende de consultas aos parceiros do primeiro turno, entre os quais estão o PSB, que declarou neutralidade, e o PPS, que vai optar entre o apoio à reeleição de José Fogaça (PMDB), tendência majoritária, ou a liberação de voto dos filiados.A decisão do PPS deve ser anunciada amanhã e vai encerrar a fase de negociações de alianças. Fogaça já contava com o PDT, o PTB e o PSDC desde o primeiro turno, e atraiu o PP, o DEM, o PSDB e o PMN no segundo turno. O prefeito usou o dia para contato com eleitores no Morro da Cruz, na zona leste da cidade e para a concessão de entrevistas a emissoras de rádio e televisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.