Dida Sampaio/Estadão/Divulgação
Dida Sampaio/Estadão/Divulgação

Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB) lideram disputa em Pernambuco nas eleições 2018

Governador, com 27%, e senador, com 21%, empatam no limite da margem de erro de 3%, segundo pesquisa

Kleber Nunes, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2018 | 22h55

RECIFE – O governador de Pernambuco e candidato à reeleição, Paulo Câmara (PSB), e seu adversário Armando Monteiro Neto (PTB) lideram a primeira pesquisa Ibope/Jornal do Commercio/TV Globo de intenções de votos para o Executivo estadual nas eleições 2018. O levantamento divulgado na noite desta segunda-feira, 20, mostra que o pessebista tem 27% e o senador 21% da preferência dos eleitores.

Pelos números, Câmara e Monteiro Neto estão tecnicamente empatados no limite da margem de erro, de 3% para mais ou para menos. Em seguida aparece o segundo bloco de candidatos, todos empatados tecnicamente: Ana Patrícia Alves (PCO) e o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (Rede), ambos com 3%; o ex-deputado federal Maurício Rands (PROS) e Simone Fontana, os dois com 2%; e Danielle Portela (PSOL) com 1% das intenções de votos. Brancos e nulos somam 32% e os eleitores que não sabem ou não quiseram responder representam 8%.

A pesquisa Ibope também registrou o índice de rejeição dos postulantes ao Palácio do Campo das Princesas. Do total de eleitores consultados, 43% disseram que não votariam no governador de jeito nenhum, os que rejeitam Armando Monteiro somam 27%. Danielle Portela e Lóssio atingiram 18% cada. Ana Patrícia Alves, Rands e Simone Fontana foram os menos rejeitados, com 17%. Os que não sabem ou não responderam chegam a 20%, outros 3% disseram que votariam em qualquer candidato.

A polarização de 2014, que deve ser reeditada no pleito deste ano, também aparece na pesquisa espontânea. Câmara aparece com 9% e Armando Monteiro marcando 5%. Os candidatos do PCO, Rede e PROS não atingiram 1% e as concorrentes do PSOL e PSTU não pontuaram. Sem ser apresentados às opções de candidatos, os que não sabem ou não responderam somaram 53%, brancos e nulos 29%, e 3% citaram outros políticos.

O levantamento ouviu 1.204 pessoas em todas as regiões do Estado entre os dias 17 e 19 de agosto. O nível de confiança é de 95%.

De acordo com a equipe de comunicação de Armando Monteiro, a pesquisa foi recebida com otimismo pelo candidato e seu grupo. Em nota, a chapa comemorou a liderança do petebista “entre os candidatos de oposição, que juntos somam 32% de intenções de votos”. “Os resultados de todas as pesquisas mostram que a população de Pernambuco reprova o atual governo e o candidato', diz a nota.

A candidata do PCO, Ana Patrícia Alves, que registrou sua candidatura no fim do prazo estipulado pela Justiça Eleitoral, ficou sabendo do resultado do Ibope pela reportagem do Estado. Segundo ela, “não há surpresa nenhuma em aparecer em terceiro lugar” no levantamento. “Eu conheço bem a população e sei que ela está muito decepcionada com tudo que está acontecendo, por isso, para mim não é fora do normal que isso aconteça, faz parte do contexto”, disse.

Danielle Portela (PSOL) minimizou a pesquisa e alegou, por meio de nota, que não “está se prendendo a números”. A candidata, que é historiadora e advogada, informou que está apostando no início da campanha eleitoral no rádio e na TV e na participação em entrevistas, além de debates, para reverter o cenário. “Nossa campanha ainda tem muito espaço para crescer. Temos a certeza de que quando tivermos a oportunidade de mostrar mais nosso programa de governo iremos nos consolidar como terceira via para as eleições”, declarou.

Por meio da assessorias de imprensa, Câmara e Rands informaram que não comentam pesquisas de intenção de voto. Procurados, Júlio Lóssio (Rede) e Simone Fontana não se manifestaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.