Paulista reprisa agenda de 2010

Em 14 de abril de 2010, um dia chuvoso em Salvador, o então pré-candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra, visitou a cidade. Foi à sede das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), cumprimentou profissionais de saúde e pacientes, passou pelo centro histórico e concedeu entrevista a uma emissora de rádio. À época, focou suas falas nos problemas da saúde pública.

Tiago Décimo / Salvador, O Estado de S.Paulo

07 de agosto de 2013 | 02h06

O roteiro foi exatamente o mesmo da visita que o ex-governador paulista fez ontem à capital baiana. Mais uma vez, Serra foi recebido com chuva na cidade. Mais uma vez, seguiu do aeroporto direto para a sede das Osid. De novo, cumprimentou médicos, enfermeiros e pacientes. E voltou a criticar a condução da saúde pública no País. "Saúde se resolve com verbas e investimentos, não com efeito pirotécnico", disse, ao comentar programas do governo federal para o setor, como o Mais Médicos.

No centro histórico, Serra participou de uma conversa com o prefeito ACM Neto (DEM). Concluiu a agenda com uma entrevista à mesma rádio (Metrópole) e ao mesmo jornalista (o ex-prefeito Mário Kertész) de 2010. O teor da entrevista também teve ar de reprise: críticas ao governo federal.

Como da vez anterior, Serra negou que a visita tivesse caráter eleitoral e criticou a "antecipação exagerada" da campanha. Para ele, o debate eleitoral neste momento "não enche barriga", nem "aponta rumos". Perguntado sobre quais seriam, então, seus planos para 2014, Serra disse que "um dia vai se entrevistar para perguntar isso".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.