Partidos não dividem, mas o futebol...

No intervalo do terceiro bloco, o chefe da Casa Civil paulista, o tucano Sidney Beraldo, e o ministro da Saúde, o petista Alexandre Padilha, conversavam animadamente. Quando repórteres estranharam tamanha intimidade, Padilha explicou: "A única rivalidade que nós temos é que eu sou Corinthians e ele é Santos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.