Partido de Kassab conquista uma capital

Florianópolis será a única capital brasileira a ser governada pelo PSD - fundado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab - a partir de 2013. O candidato Cesar Souza Junior foi eleito com 52,64% dos votos. Gean Loureiro (PMDB) obteve 47,36% das preferências. Souza Junior tinha vencido o 1.º turno com 31% dos votos.

DANIEL CARDOSO , ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2012 | 03h05

Sua eleição reconduz ao poder de Florianópolis o grupo político que tinha como Esperidião Amin (PP) o principal ícone e articulador de alianças. Seu filho, João Amin, foi eleito vice-prefeito.

O candidato do PSD afirmou que a vitória representa o desejo de renovação da cidade. "Amanhã vamos iniciar o trabalho de transição. Tenho noção dos desafios para governar a cidade nos próximos quatro anos", disse. Segundo o prefeito eleito, a prioridade da nova gestão é o plano diretor, que está sendo formatado há cerca de oito anos, mas ainda não foi finalizado.

A eleição do PSD impõe uma nova composição de forças na cidade. Nos últimos oito anos, Florianópolis foi liderada pelo grupo do atual prefeito, Dário Berger (PMDB), que lançou Loureiro como candidato. Logo após admitir a derrota, o candidato peemedebista agradeceu aos políticos e militantes que o apoiaram.

"Quero ratificar neste momento a minha lealdade ao PMDB. Ninguém acreditava na nossa candidatura. Nas primeiras pesquisas estávamos com poucas intenções de votos e poucos imaginavam que hoje estaria aqui, disputando o 2.º turno", disse.

Joinville. Numa reviravolta na reta final da campanha, o empresário Udo Döhler (PMDB) elegeu-se prefeito de Joinville, com 54,65% dos votos. Na última pesquisa Ibope, divulgada na sexta-feira, Udo estava com apenas 35% das intenções de voto, enquanto o adversário Kennedy Nunes (PSD) aparecia com 59%. Na apuração, Kennedy obteve 45,35%.

Udo é conhecido pela trajetória empresarial de sucesso. Foi presidente por cinco vezes da Associação Empresarial de Joinville (Acij) e é o principal nome da Döhler Têxtil, que em 2011 faturou mais de R$ 350 milhões. Udo tem 70 anos e esta foi a primeira eleição que ele disputou.

FLORIANÓPOLIS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.