Partido alega que 'perdeu prazo' de envio dos cadastros

Questionado sobre a inexistência do registro, no TSE, dos filiados contabilizados pelo candidato à Prefeitura de SP, Gabriel Chalita (PMDB), o vice-presidente municipal do partido, Alex Dário, sustentou que os filiados não aparecem na listagem oficial da Justiça Eleitoral porque o partido perdeu o prazo de envio dos cadastros, e que o PMDB estava concentrado na convenção interna, que de fato realizou em abril e elegeu Chalita presidente do diretório paulistano. O pleito foi convocado sem alarde nem aviso amplo, apenas com um edital no Diário Oficial do Estado - conforme o Estado revelou. Dário, eleito vice da comissão executiva na mesma convenção de abril, disse que os dados estão em poder do PMDB, no cadastro eletrônico interno que depois é repassado ao TSE. A reportagem pediu para ver as fichas de filiação, mas ele afirmou, há uma semana, que teria de submeter o pedido à avaliação da executiva. Até ontem, o PMDB não havia cedido a lista. / F.F.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.