Partidários de DEM e PT entram em conflito em Salvador

A Instituição é local de votação do candidato do DEM, que teve sua entrada invadida por 50 militantes do PT

Tiago Décimo, da Agência Estado,

28 de outubro de 2012 | 13h33

SALVADOR - Um conflito entre os partidários de ACM Neto (DEM) e Nelson Pelegrino (PT) atrapalhou a votação na Faculdade de Administração da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Salvador. A Instituição é local de votação do candidato do DEM, que teve sua entrada invadida por 50 militantes do PT, que começaram a cantar palavras de ordem.

Contrariados, os cabos eleitorais dos Democratas, também de cerca de 50, iniciaram um bate-boca, seguido de empurra-empurra. A entrada da Faculdade acabou sendo bloqueada pelos manifestantes, exigindo uma ação da Polícia, para montar um corredor de proteção para os eleitores que buscavam chegar às urnas.

Alguns dos principais apoiadores da campanha de ACM Neto ainda estavam no local, como o ex-governador Paulo Souto, também do DEM, e outros dirigentes do partido, além do ex-ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira de Lima (PMDB). O peemedebista atribuiu a manifestação petista ao resultado da pesquisa Ibope divulgada na noite de sábado, que apontou a liderança de ACM Neto. "É desespero. Agride até a democracia em si", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.