Parceria com brasileira é 'sorte', diz americano

Depois de conversarem por uma hora e meia no Salão Oval da Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse "ter sorte" por encontrar uma "parceira" na brasileira Dilma Rousseff, em declaração conjunta à imprensa. O americano elogiou os "progressos do Brasil" tanto na atual gestão quanto no governo de Luiz Inácio Lula da Silva e admitiu o interesse em fazer dos EUA "um grande cliente" do País no setor de energia, especialmente em petróleo e gás. "Esperamos cooperar em uma ampla gama de projetos energéticos", afirmou Obama. "É do nosso mais alto interesse estreitar nossas parcerias em economia e em inovação (com os EUA)", frisou Dilma. / D.C.M. e V.R.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.