PARA LEMBRAR: uma carreira ligada ao PT

Paulista de Marília, com 45 anos, José Antonio Dias Toffoli chegou ao Supremo Tribunal Federal em outubro de 2009, para a vaga deixada pelo ministro Carlos Alberto Direito. Tinha no currículo duas reprovações em concurso para juiz substituto, em 1994 e 1995, e uma antiga ligação com o PT. Em 1995, já era assessor jurídico do partido, função que exerceu até 2000. Foi também advogado petista nas campanhas eleitorais de 1998, 2000 e 2006. Quando o PT chegou ao governo, assumiu na Casa Civil, sob o ministro José Dirceu, a subchefia de Assuntos Jurídicos. Antes do STF, comandou ainda a Advocacia-Geral da União - como fizera, antes dele, o ministro Gilmar Mendes.

O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2013 | 02h11

No julgamento do mensalão, discutiu várias vezes com o relator e presidente da Corte, Joaquim Barbosa. Em uma sessão, em defesa de José Dirceu, comparou as punições adotadas no caso "ao período da Inquisição" e propôs que só fossem aplicadas penas financeiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.