PARA LEMBRAR: morte durante reintegração

Em 8 de maio, a ministra Gleisi Hoffmann anunciou um pacote de mudanças na demarcação de terras indígenas que esvaziam o papel da Funai e contemplam ruralistas. No dia 30, numa reintegração de posse em Sidrolândia (MS), o terena Oziel Gabriel foi morto em confronto com policiais.

O Estado de S.Paulo

28 Junho 2013 | 02h03

A morte do índio desencadeou uma série de conflitos no País envolvendo disputa por terras e a Força Nacional foi enviada às áreas de conflito em MS. Oito dias após a morte do terena, a presidente da Funai pediu demissão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.