PARA LEMBRAR: de vítima a investigado

De vítima de sequestro relâmpago, o juiz Paulo Hamilton Siqueira Junior, do TRE-SP, passou à condição de suspeito por comunicação falsa de crime e pode se tornar alvo de investigação policial. Há duas semanas, a Justiça Federal determinou a remessa para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) dos autos do inquérito em que é colocada em xeque a versão do juiz, que alega ter sido atacado por dois homens no ano passado. Relatório da PF concluiu pela inexistência do sequestro. "As imagens colhidas dos circuitos de vigilância eletrônica arrancam pelas raízes toda a credibilidade da versão de um sequestro, uma vez que as incongruências entre o que foi narrado pelo magistrado e as imagens colhidas são patentes."

O Estado de S.Paulo

24 Junho 2013 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.