Para entender: receita para ganhar 2 anos

Como secretário-geral da Mesa do Senado, Raimundo Carreiro se aposentou em março de 2007, comprovando em registro a idade de 60 anos. Assumiu uma vaga no Tribunal de Contas da União e, em 2008 - como revelou o Estado no domingo - entrou na Justiça para mudar de idade e ficar dois anos "mais novo". Com base em certidão de batismo, ele informou ter nascido em 6 de setembro de 1948 e não de 1946. Ou seja, não tinha 60 anos ao se aposentar, mas 58. O "rejuvenescimento" teve outra vantagem: ele continuará no TCU, onde teria de se aposentar compulsoriamente aos 70 anos, até o ano de 2018. Dará tempo, assim, de presidir o tribunal no biênio 2017-18.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.