Palácio do Planalto não dará apoio a Agnelo Queiroz

O Planalto não deve socorrer o governador Agnelo Queiroz (PT), que tem sido alvo de denúncias. A avaliação é de que o governo federal já fez o que podia, cedendo o secretário executivo de Gilberto Carvalho, Swedenberger Barbosa, para lhe dar suporte. Auxiliares da Presidência lembram que os problemas com Agnelo vêm desde o tempo em que ele ocupava o Ministério dos Esportes, e, portanto, não há muito o que fazer em sua defesa. Estes auxiliares consideram crítica a situação do governador. / TÂNIA MONTEIRO

O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.