Paes critica campanha 'vazia' de Gabeira no Rio

O candidato do PMDB à prefeitura do Rio de Janeiro, Fernando Gabeira, procurou destacar hoje as diferenças com o adversário Fernando Gabeira, do PV. Paes se apresentou a grupos de mulheres como um candidato de propostas concretas em contraposição à campanha "vazia, oca, despreparada, sem uma proposta sequer" de Gabeira. "Campanha não é só festinha, jingles, um monte de gente na TV cantando musiquinha", disse. Durante encontro, no centro da cidade, Paes convocou as simpatizantes a "alertar a população". Segundo o Ibope, Gabeira tem 42% das intenções de voto e Paes, 39%. Em entrevista, o candidato do PMDB confirmou que vai "chamar cada vez mais atenção da população, esta semana, para a realidade". Ele ironizou a presença de artistas como Caetano Veloso no programa do horário eleitoral gratuito do rival. "É só oba-boa, musiquinha, jingle. Muito artista na televisão falando. Respeito todos, cantam muito bem. Mas infelizmente nós não vamos passar os próximos quatro anos ouvindo Caetano Veloso cantando Cidade Maravilhosa. Eu adoraria que isso resolvesse os problemas da cidade." Sobre o tom mais agressivo de Paz, Gabeira disse ser possível que "nesta reta final, a única esperança dele (Paes) seja o ataque". O candidato do PV também recorreu à ironia para responder ao adversário. "Cada dia que passa ele me dá sugestões melhores para meu programa", afirmou. "Se fosse um adversário difícil, deixaria eu ter um programa ruim e cair na audiência", disse, referindo-se ao horário gratuito na TV. Segundo Gabeira, Paes tem "um pouco de ciúmes" da presença de Caetano Veloso no programa adversário. Paes, da coligação "Unidos pelo Rio" (PMDB-PP-PSL-PTB), disse que é contra projeto de Gabeira - da "Frente Carioca" (PV-PSDB-PPS) - que legaliza a prostituição, mas afirmou que não pretende explorar o tema na campanha. "Sou contra legalização da prostituição, da função do cafetão. Não sou a favor de legalizar essa profissão. É opinião minha que não manifesto como contraponto político eleitoral." O projeto está em tramitação na Câmara.ConselhoGabeira reuniu-se ontem com o ex-presidente do Banco Central (BC), Armínio Fraga, de quem tem apoio desde o primeiro turno. O candidato anunciou que, se eleito, criará um conselho de notáveis, sem cargos públicos, que se reunirão duas vezes por mês para avaliar as finanças da prefeitura e dar conselhos. O conselho seria presidido por Fraga. Gabeira esteve hoje no Clube Militar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.